Mötley Crüe: Banda quer evitar fazer as mesmas palhaçadas do Kiss

10405338_10152710491908001_2353246379331627285_n

Os membros do MÖTLEY CRÜE já foram questionados por inúmeras ocasiões a respeito de uma hipotética volta da banda às atividades após a presente turnê de despedida da banda [que se encerra dia 31 deste mês]. Ao afirmar que não mais uma vez, o vocalista VINCED NEIL citou o grupo nova-iorquino Kiss como tudo que os ícones do hard rock angeleno não querem ser.

“O Kiss fez cinco turnês de despedidas e quatro turnês de reunião. Isso é exatamente o que não queremos fazer”, declarou o vocalista ao jornal Union Tribune, de São Diego. “Essa foi a principal razão… queríamos sair por cima, com as pessoas dizendo, ‘Sim, cara eu vi o último show, foi demais! Não queremos ser aquela banda, onde o nome do cartaz diz Mötley Crüe, e talvez haja um membro original restante no grupo, e eles estão tocando em bares… se deixarmos que isso aconteça, não seríamos lembrados do modo que queremos. ” Para tanto, os membros do grupo assinaram um contrato de “cessação de turnê”, divulgado junto ao anúncio da turnê despedida, e apesar de Neil admitir que a quebra do contrato não prever penalidade legal, ele insiste que o documento é o testamento da banda.

“Há quem possa perguntar, ‘ah, mas e se um sheik lhe der dezenas de milhões para tocarem juntos de novo? ’” Não. Não se trata disso. As outras bandas podem estar pouco se fudendo. Essa é a filosofia delas: ‘essa turnê nunca vai acabar’ ou ‘faremos a turnê de reunião’. É por isso que faremos a coisa do nosso modo. ”

11755460_10153240265533001_402042848152390002_n

Não obstante, o Kiss só fez, oficialmente, uma turnê de despedida, em 2000. Contudo, Paul Stanley e Gene Simmons logo decidiram tocar o barco sem os outros membros originais, Ace Frehley e Peter Criss, com os quais haviam se reagrupado em 1996. Stanley depois daria várias desculpas esfarrapadas, como ‘A turnê de despedida éramos nós querendo tirar o Kiss de sua agonia. E por um tempo, honestamente, perdemos a noção de que não tínhamos que parar, tínhamos era que nos livrar de Peter e Ace. Então a turnê de despedida só era isso na verdade porque estava insuportável ficar com aqueles caras – e não só no nível pessoal. ”

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: