Van Halen: Dínamo ao vivo, banda segue contrariando os haters

van-halen-2015-1

Relatos da decadência do VAN HALEN como uma atração ao vivo viável parecem ser bastante exagerados, já que a banda – aparentemente bem unida – deu um show eletrizante para uma casa lotadas por 12 mil pagantes no Blossom Music center em Ohio no começo da semana passada.

É compreensível que os fãs tenham suas dúvidas, com as resenhas publicadas no início da turnê sugerindo que DAVID LEE ROTH estaria totalmente fora de sincronia com seus colegas de banda, e sem controle algum de suas [nunca tidas como sendo de primeira linha] habilidades vocais. Além disso, teve a entrevista explosiva do guitarrista EDDIE VAN HALEN à edição estadunidense da revista Billboard, logo antes do início da tour, onde ele afirmara que “Roth não quer ser meu amigo” e “não quer participar” da composição de um novo álbum.

Mas lá estavam os dois, de braços entrelaçados e rodopiando antes de mandarem a paulada de abertura ‘Light Up The Sky’ e trocarem sorrisos pelo resto da noite enquanto levavam aos fãs em uma jornada de 23 músicas de seu catálogo pregresso. Sim, a voz de Roth e a melodia original de uma música ou outra iam por caminhos diferentes em certos momentos, e algumas faixas que se baseavam bastante em sua voz para serem conduzidas [como ‘Little Guitars’ e ‘In A Simple Rhyme’] são rounds perdidos mesmo dando um considerável desconto.

Mas a banda [Eddie, Alex e Wolfgang] soa inacreditável, e Roth comanda o palco com muito carisma, sagacidade e experiência – sem ter que fazer esforço. Ele trabalha com bom gosto e sabedoria em cima do que ele tem – sem querer dar nomes, há certos vocalistas em turnê por aí hoje em dia fazendo um serviço muito mais porco ao lidarem com suas habilidades vocais decadentes.

No mais, suas histórias nostálgicas sobre os primórdios da banda contadas entre uma música e outra, particularmente antes de ‘Ice Cream Man’, são um ótimo lembrete do quão foi trabalhoso para a banda ser bem-sucedida como o é. Quem é que sabe o que o futuro reserva para o Van Halen? Mas, baseando-se no criminosamente injustiçado disco de reunião da banda ‘A Different Kind of Truth’ e as performances da banda ao vivo, ainda é cedo demais para dá-los como cartas fora do baralho.

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: