Sebastian Bach: ‘Eu não sinto nenhuma saudade de 1989’

O vocalista bahamense SEBASTIAN BACH vive ouvindo sobre quanto os fãs sentem falta dele no SKID ROW, banda que lhe deu as contas há 20 anos.

O músico foi demitido sem mais delongas em 1996 e desde então traça sua carreira solo, tendo lançado meia dúzia de álbuns e tendo aparições constantes na televisão.

“Me dizem isso o tempo todo, mas eu não sinto nenhuma saudade daquele tempo”, disse ele ao jornal australiano Triple M.

“Eu não estou andando por aí em 2015 sentindo saudade de 1989. Eu nem conheço quem sinta! ”

Apesar de não sentir falta da banda que lançou sua carreira, Bach afirma que ele ainda toca as músicas que o tornaram famoso em toda turnê que faz.

“Eu tenho umas cinco ou seis músicas de sucesso que eu sempre tenho que cantar, mas fora essas, eu decido o que toco naquela noite. Mas eu tenho que tocar aquelas músicas do Skid Row toda noite. É meu emprego. Eu sou um cantor de bailes como Frank Sinatra. ”

Bach toca em Melbourne, Austrália mês que vem para seguir divulgando seu álbum de 2014, “Give’Em Hell”. Ele diz só ter boas memórias da cidade.

“Eu não vou dizer apenas por dizer: Melbourne sempre foi um de nossos melhores públicos. Desde a primeira turnê do Skid Row em 1990 até o show no Calder Park em 1993 com o Guns N’ Roses e o Rose Tattoo… Melbourne sempre foi uma das plateias mais assassinas e vorazes que amam a ‘I Remember You’. Toda vez que eu a toco, vocês piram. Estou muito empolgado em voltar praí. ”

 

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: