Slaughter: ‘Prefiro cair na merda do que tocar com Vinnie Vincent’

Em recente entrevista ao site Rock Music Star, o vocalista e guitarrista MARK SLAUGHTER [Vinnie Vincent Invasion, Slaughter] mencionou sobre seu desligamento, quase 30 anos atrás, da banda do ex-guitarrista do KI$$, VINNIE VINCENT, que desde tal episódio, nunca mais excursionou ou lançou nenhum long play comercialmente.

mark

Vincent, que hoje vive uma vida reclusa e bastante estranha, tem sido associado a golpes em fãs de Kiss [não que eles não mereçam os tombos] e promotores de suas [hoje inexistentes] aparições em encontros de admiradores do grupo, além de algumas passagens pela polícia do Tennessee, estado dos EUA onde ele reside.

Abaixo, o trecho da entrevista onde Mark fala da espiral descendente que culminou em sua saída – assim como a do parceiro musical DANA STRUM – do VVI.

[…]

RMS: Eu acho que não poderia deixar de aproveitar a oportunidade para mencionar a Vinnie Vincent. O que eu gostaria de saber é, da sua perspectiva, e tendo o visto no auge de sua forma com o Vinnie Vincent Invasion [VVI]e daí ver como as coisas se desenrolaram, e onde ele está hoje, isso é algo que você esperava ver? Talvez seja o karma atuando por algumas das coisas que ele fez e agora como ele tratou a certas pessoas?

Mark: Bem, há algumas pessoas por aí que, por esse prisma kármico, não tratam bem às pessoas, mas ainda passam muito bem. Eu não acho que seja algo kármico, eu acho que é um lance de escolha. Eu não acho que ele gostasse de sair em turnê e ele não lança um álbum completo desde que eu saí da banda. Se você é um artista, você produz arte. E não é como revisitar a arte que você fez 30 anos atrás porque isso não tem mais importância. Está na hora de ele produzir arte nova. O triste é que ele é um compositor incrível, ele é um talento incrível, só que ele escolhe não fazer nada. Essas são escolhas dele, não de outras pessoas.

 

Ironicamente, alguém postou uma foto minha tocando a guitarra de Vinnie quando ele deu chilique em um show [e não conseguiu voltar para o bis], o que foi meio que o começo do Slaughter, a meu ver, porque, desde que você toque um sucesso[eles sempre tocavam ‘Lick It Up’ do Kiss ao fim do set], todo mundo curte. Foi literalmente uma semana ou duas após isso que a banda acabou. Não estávamos querendo sair ou algo assim. Ele disse, ‘eu vou despedir Dana [Strum, baixista e colega de Mark no Slaughter], você tem lealdade a quem? ’ Eu respondi, ‘Eu prefiro estar na merda com o Dana, do que aqui com você. ’ Eu estava pronto pra ir embora naquele minuto. Eu estava pronto para cair na sarjeta, eu não me importava. Eu sabia que as pessoas reagiriam a nós, nós só precisávamos ter o material. E foi o que fizemos, compusemos o material e sabíamos quem éramos.

Siga ao site Rock Music Star no Twitter: twitter.com/RockMusicStar

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: