Opeth: Mikael Åkerfeldt faz sua resenha de show do One Direction

hammeropeth

A edição bretã da revista especializada METAL HAMMER traz, na capa de seu novo número, o líder do OPETH, Mikael Åkerfeldt, que, em entrevista ao periódico, contou sobre a macabra experiência de ter que levar sua filha para assistir ao show da banda pop One Direction:

Bem, eu estava em minoria lá, a começar por ser um cara velho! Mas eram duas noites de lotação esgotada na Friends Arena, que tem capacidade para 60 mil pessoas ou mais. Minha filha mais velha gosta do One Direction, e eu esperava por algum tipo de show, já que eles tinham um lance de palco bem concebido rolando.

Mas quando os caras subiram ao palco, a sensação era que alguém tinha acabado de arrastar cinco caras da plateia lá pra cima… isso se houvesse homens na plateia, o que obviamente não havia! Eram apenas pessoas no palco que conseguiam cantar no tom, mas fora isso, eles não fizeram muita coisa, eles não fizeram muitos passos de dança coreografados, não foi lá um grande show. E já que eram cinco caras, cada um cantava um quinto da música e ficavam andando pelo palco entre uma vez e outra.

Pra mim, foi confuso. Eu não consigo entender o fascínio, mas a molecada acha que eles são bonitos e esse tipo de coisa. Eu, particularmente, não entendi a proposta das músicas… eu reconheci algumas, mas me senti triste de certo modo. ‘Story Of My Life’ é uma boa canção, eu me virei pra minha filha e disse, ‘essa é legalzinha. ’

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: