Mötley Crüe: chifres, gastança e crocodilagem

Segunda parte da entrevista do jornalista GERI GITTELSON com Sharise Neil, ex-esposa do vocalista do MÖTLEY CRÜE, Vince Neil.

 a

[...] OK, não me lembro de onde paramos, então vamos no embalo: pode os falar mais sobre TOMMY LEE?

Sharise: Eu adorava Tommy Lee e amava Heather Locklear. Saíamos todos juntos, o tempo todo, mas os outros caras na banda odiavam isso. Eles não gostavam das esposas saindo juntas, porque, você sabe, adivinha o que acontece? A gente conversa e compara histórias. Toda vez que eu saía com Heather, Vince ligava umas 50 vezes. Por vezes eu dormia na casa dela, e ele perguntava em que cama eu tinha dormido. Eu dizia que tinha dormido o quarto dos hóspedes, mas eu acho que ele estava preocupado que eu estivesse dormindo com Heather ou algo do tipo.

Você também curte mulheres?

Sharise: Não, não. Eu só acho que Vince era muito cismado com mulheres por causa de todas as mulheres nojentas que ele conhecera ao longo dos anos.
Você foi casada com um dos maiores astros do rock do mundo. Isso deve ter aberto algumas portas.

Sharise: Eu me lembro de que quando eu era casada com Vince, os fãs queriam meu autógrafo, e eu simplesmente não podia entender aquilo. Eu dizia a eles que eu não era famosa e que não sou uma celebridade.

Rolava ciúme por parte das mulheres por aí?

Sharise: Sim, havia algumas invejosas. De vez em quando, quando eu ficava do lado do palco, as garotas me jogavam moedas na cabeça. Eu era punk. O contrário do glam rock. Antes de Vince, eu não conhecia o Mötley Crüe. Eu era da turma do TSOL.

Você sabia que a música do AEROSMITH, “Dude Looks Like a Lady” fora escrita sobre Vince Neil? O que você acha de beijar um homem usando baton?

Sharise: Bem, o lance glam mudou depois de ‘Theatre of Pain’, e quando lançaram ‘Girls Girls Girls’ e ‘Dr. Feelgood’, Vince era mais de couro preto. Mas eu adoraria beijar um cara de baton. Por que não?

Eu posso ficar meio doidinha. Na noite que Vince me pegou pra nosso primeiro encontro, ele estava vestindo roupa de oncinha, sapato bico fino, calça de couro apertada e uma camiseta rasgada. Ele também estava coberto de jóias.

b


Você se queixou dele ter te traído. Havia alguma preocupação com isso naquela altura do relacionamento?

Sharise: Não, não era uma preocupação constante. Ele era o tipo de cara que me ligava 12 vezes por dia. Quando ele estava em turnê, ele me ligava quando acordava, depois do café da manhã, antes da passagem de som, depois da passagem de som, etc. eu tinha uma falsa sensação de segurança. Eu não estava preocupada com outras garotas. Ele costumava falar mal dos outros caras por traições. Alguém era pego traindo, e ele dizia: “que filho da puta. Isso é palhaçada”.

Manipulador.

 

Sharise: Sim, ele me dizia o quão sortudo ele era por me ter, e como era errado trair e coisa do tipo.
Você e Vince tiveram uma filha juntos, Skylar, que faleceu aos 4 anos de idade. Isso deve ter sido inacreditavelmente devastador. Você ainda pensa muito nela?

Sharise: Ah sim, especialmente agora quando eu vejo meus amigos que tiveram filhos na mesma época, e os filhos deles já são adultos. Eu tenho um filho, Colt, que tem dez anos, Ele aparece no programa. Ele é meio que anti-rock. Ele acha que rock é ‘música de gente velha’. Ele curte rap.

4

Falemos mais de Vince. Ele é um grande frontman. Isso é óbvio. Em sua opinião, o que torna ele tão especial?

 

Sharise: Eu acho que ele tem muito carisma. Ele sabe como agitar a platéia. Ele é um cara muito aproximável. Ele é uma pessoa muito divertida e fácil de lidar. A cachaça é o problema, e eventualmente todo mundo vê isso.

Além disso, você mencionou mexer na carteira dele na manhã seguinte de vez em quando. Ele andava com muito dinheiro? Algumas celebridades só tem cinco dólares e um cartão de crédito. Em uma noite comum, quanto dinheiro Vince carregava com ele?

Sharise: Ah, pelo menos 500 dólares.

E quanto a você? Como se lidava com dinheiro quando vocês eram casados? Vocês tinham acesso às mesmas contas bancárias ou tinha sua própria ou uma mesada? Como funcionava?

Sharise: Ele sempre foi muito generoso comigo. Eu tinha meu próprio cartão ‘Gold’. Ele nunca, nunca me perguntou quanto eu gastava. Não havia nenhum tipo de mesada. Ele me deixava fazer o que eu quisesse, mas eu ainda me controlava. Ele via uma bolsa da Chanel, e perguntava se eu a queria, e eu dizia, “Não, vamos esperar o Natal”. Ele gastava dinheiro bem rápido. Íamos pro escritório do empresário dele para conversar com o contador, nós dois, e eles diziam pra ele, “Hey, você não vai ter nada quando ficar velho.”

Nikki e Tommy tinham investimentos, mas Vince gastava todo seu dinheiro bem frivolamente. Eu não queria fazer aquilo. Tínhamos contadores, e eu nunca vi uma conta nos sete anos que ficamos juntos.

c

Quantas vezes vocês terminaram e voltaram?

Sharise: Eu diria que umas três ou quatro vezes. Ele tinha feito muitas tentativas fracassadas de desintoxicação, e também de parar e beber. O ruim de Vince é que quando ele bebe, ele apaga. Ele chapa o coco, e no dia seguinte ele não sabe porque as pessoas estão bravas com ele. Ele nunca se lembra de nada, e isso era duro demais de se assistir. Eu me sentia como uma babá, pra falar a verdade. Quando ele mandava sete ou oito drinks, ele ficava maldoso, e quando chegava a 10, ele não falava mais coisa com coisa, e daí você estava com um problema. Ele continua bebendo, e à medida que a noite avança, você o vê pirar. Ele brigava com os amigos dele.


Continue, continue…

Sharise: Um mês depois que nos casamos, tivemos uma baita briga, e eu o deixei e comecei a sair com Kelly Nickels, do L.A. Guns, e Vince ficou arrasado porque eu disse que queria o divórcio. Ele ficava batendo na porta, chorando. Minha mãe foi quem me fez voltar. Ela e meu pai tinham gasto 50 mil dólares no casamento, então eu senti que tinha que tentar.

Seus pais pagaram pelo casamento?

Sharise: Sim, e Vince pagou pela festa para umas 400 pessoas. De qualquer modo, duas semanas depois que nossa filha nasceu, me ligaram dizendo eu ele estava me traindo. Eu botei ele pra fora da casa, e ele foi se tratar com um terapeuta e voltou. Tínhamos uma filha e eu queria tentar de novo. A terceira vez que terminamos foi a última. Uma amiga da minha irmã viu Vince no El Compadre [restaurante de Hollywood], sentado em uma mesa beijando uma mina do mundo pornô. Eu coloquei tudo dele em sacos de lixo e mandei meu irmão largar tudo no estúdio. Foi o começo do divórcio.

Interessante. Vince chegou a confrontar Kelly Nickels?

Sharise: Acho que não, mas ele enterrou uma turnê enorme que o L.A Guns tinha sido convidado pra abrir.

Então Vince sabotou Kelly Nickels e o L.A. Guns?

Sharise: Foi o que ele me disse, sim. [...]

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 220 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: